Lamartine de Azeredo Babo

Lamartine de Azeredo Babo (276) músicas
10/1/1904 Rio de Janeiro, RJ
16/6/1963 Rio de Janeiro, RJ

Compositor. Revistógrafo. Humorista. Radialista. Produtor.

Filho de Leopoldo de Azeredo Babo e Bernardina Gonçalves Babo. Nasceu na Rua Teófilo Otoni, no centro da cidade, numa época em que era hábito das famílias de classe média morar nessa região. Com a abertura da Avenida Central, atual Rio Branco, acabaram se mudando para a Tijuca. Sua família era extremamente musical. Sua mãe e irmãs tocavam piano e sua casa era freqüentada por músicos como Ernesto Nazareth e Catulo da Paixão Cearense. Cursou o primário em uma escola pública, e em 1915, foi matriculado no Colégio São Bento, onde cursou o ginásio. Ainda na época do São Bento, compôs um foxtrote, “Pindorama”, um desafio de fazer música usando apenas as notas sol, dó, mi. Por essa época, venceu concurso escolar com a poesia “O frade que pedia esmola” . Em 1917, fez sua primeira valsa, “Torturas de amor”, em homenagem a seu pai que faleceria neste mesmo ano. No ano de 1919, compôs “Ave-Maria”, feita exclusivamente para seu casamento, o que nunca se realizou, pois casou-se, posteriormente, apenas em cerimônia civil, portanto não solene, com Maria José Babo, com quem não teve filhos. Fez ainda outras músicas religiosas, inclusive o “Hino do Jubileu episcopal”. Concluído o ginásio, ingressou no Colégio Pedro II, onde se bacharelou em letras. Em 1920, desejou cursar a Escola Politécnica, mas foi impedido pelas circunstâncias – dificuldades econômicas pelas quais sua família passava. Foi então obrigado a empregar-se como office-boy da Light, o que lhe permitia vez por outra freqüentar as torrinhas do Teatro Municipal, do Teatro Lírico e do São Pedro de Alcântara (atual Teatro João Caetano). Nesse mesmo ano, ainda sem formação técnica musical, compôs “Cibele”, sua primeira opereta. A esta seguiram-se “Viva o amor”, iniciada em 1926 e concluída em 1940, na qual estava incluída a valsa “Eu sonhei que tu estavas tão linda” (parceria com Francisco Mattoso) e “Lola”. As referidas operetas não foram encenadas.

Em 1922, colaborou com o teatro de revista para o qual compôs “Agüenta seu Filipe”. Por volta de 1923, suas qualidades de bom humor e facilidade de inventar piadas lhe transformaram em colaborador da revista “Dom Quixote”, que, dirigida por Bastos Tigre, era uma publicação especializada em humorismo, sátiras e críticas aos costumes da época. No ano seguinte, passou a escrever em “Paratodos” e “Shimmy”, usando os pseudônimos de Frei Caneca, Poeta Cinzento, T. Mixto, Janeiro Ramos, entre outros. Ainda em 1924, desligou-se da Light, empregando-se na Companhia Internacional de Seguros. Por volta de 1928, para ajudar no orçamento, foi professor de dança nos clubes Tuna Comercial e Ginástico Português. Ficou também conhecido pelo apelido de “Lalá”.

Obras:

  1. A bandeirante (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  2. A capixaba (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  3. A descoberta da América
  4. A melhor das três (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  5. A tal
  6. A tua vida é um segredo
  7. A vida é um inferno onde as mulheres são os demônios (c/ Zeca Ivo)
  8. A vida é uma ginástica
  9. A-B-surdo (c/ Noel Rosa)
  10. A-E-I-O-U (c/ Noel Rosa)
  11. Adeus, ano velho
  12. Ai, Chiquinha (c/ Pedro Cabral)
  13. Aí, hein? (c/ Paulo Valença)
  14. Alaíde
  15. Alma dos violinos (c/ Alcyr Pires Vermellho)
  16. Alô, alô, carnaval (c/ Hervé Cordovil)
  17. Alto-falante
  18. Amazonas (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  19. Amor de mulato (c/ Ary Barroso)
  20. Amor na Penha (c/ João Rossi)
  21. Antonio, por favor (c/ José Maria de Abreu)
  22. Ao romper da aurora (c/ Francisco Alves e Ismael Silva)
  23. Argos (c/ S.Pereira)
  24. As cinco estações do ano
  25. Avante, Paraná (c/ J.Agner)
  26. Babo…zeira…
  27. Baiana do meu coração (c/ Moacir Araújo)
  28. Beijos à beça (c/ A.R.Jesus)
  29. Bem-te-vi
  30. Besos (c/ J.Robledo e O.Uchoa)
  31. Bis… (c/ Assis Valente)
  32. Boa bola (c/ Paulo Valença)
  33. Bonde errado
  34. Bota o feijão no fogo
  35. Cachorro-quente (c/ Ary Barroso)
  36. Cadenciam (c/ Nássara)
  37. Café pra um (c/ Augusto Vasseur)
  38. Cai n’água (c/ Lírio Panicali)
  39. Canção apaixonada (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  40. Canção da noite (c/ Pedro de Sá Pereira)
  41. Canção para inglês ver
  42. Cantores do rádio (c/ Alberto Ribeiro e João de Barro)
  43. Carioca-repórter
  44. Cariocadas (c/ Hekel Tavares)
  45. Cessa tudo (c/ Celso Macedo)
  46. Chapeuzinho vermelho (c/ Pedro Cabral)
  47. Chegou a hora da fogueira
  48. Chora
  49. Chora… chora
  50. Chuva de rosas (c/ Pedro Cabral)
  51. Cinqüenta por cento
  52. Cinzas (c/ Augusto Vasseur)
  53. Como é gostoso amar (c/ Glauco Viana)
  54. Comprei uma fantasia de pierrô (c/ Alberto Ribeiro)
  55. Cor de prata
  56. Coração de mãe (c/ D.A Ferreira)
  57. Cresça e apareça (c/ L.N.Meneses)
  58. Cuidado com ela (c/ Pedro Cabral)
  59. Cutuca, Maroca (c/ D.Guimarães)
  60. De … cadência de pierrô (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  61. Deixe a velhinha…
  62. Devaneios (c/ Carlos Rodrigues)
  63. Dia de jejum (c/ Lyrio Panicali)
  64. Didi (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  65. Diga ( c/ Gonçalves de Oliveira)
  66. Dois a dois
  67. Dona boa
  68. E o samba continua (c/ Ary Barroso)
  69. E… elas voltaram (c/ Roberto Roberti)
  70. E… foi assim… (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  71. Elas querem carinhos (c/ Augusto Vasseur)
  72. Elza (c/ A F. Conceição e Xavier Pinheiro)
  73. Em Santa Catarina tudo é flor (c/ Henrique Vogeler e J.M. Pereira)
  74. Em ti está minha esperança (c/ A. Guedes)
  75. En avant (c/ Moacir Araújo)
  76. Encantos (c/ Augusto Vasseur)
  77. Entra nas palombetas (c/ Osvaldo C. de Meneses)
  78. Escarava do amor (c/ Carolina C.de Meneses)
  79. Esquina da sorte (c/ Hervé Cordovil)
  80. Essa velha tem malícia (c/ Pedro Cabral)
  81. Este mundo vai mal
  82. Estranha coincidência
  83. Eterna prontidão (c/ Antonio Viana)
  84. Eu não sei por que é (c/ F.Fonseca Costa)
  85. Eu queria ser ioiô (c/ João de Barro)
  86. Eu queria um retratinho de você (c/ Noel Rosa)
  87. Eu quero casar
  88. Eu quero um homem bem vestido (c/ J.F.Fonseca)
  89. Eu sonhei que tu estavas tão linda (c/ Francisco Mattoso)
  90. Eu sou assanhado (c/ L.N.Sampaio)
  91. Eu também…
  92. Feijoada (c/ Henrique Vogeler)
  93. Flamengo (c/ Duduca)
  94. Foi você (c/ Pedro Cabral)
  95. Fruta do Pará (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  96. Gandaia (c/ Sátiro de Almeida)
  97. Ganga
  98. Gauchinha
  99. Gegê, seu Getúlio
  100. Gemer no violão
  101. Grau dez (c/ Ary Barroso)
  102. Guanabara (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  103. Helena de Azambuja (c/ A. R. de Jesus)
  104. Hino do carnaval brasileiro
  105. História do Brasil
  106. Incerteza (c/ Pedro Cabral)
  107. Infelizmente (c/ Ari Pavão)
  108. Inveja (c/ Martinez Grau e D. Alonso)
  109. Isto é lá com Santo Antônio
  110. Já tirei meu chapéu
  111. Jaú chegou (c/ Freitinhas)
  112. Jeannette (c/ Assis Valente)
  113. Joaquina (Me espera lá na esquina) (c/ Pedro Cabral)
  114. Josefina (c/ Hekel Tavares)
  115. Joujoux et balangandãs
  116. Juraci (c/ Vantuil de Carvalho e Domingos Carvalho)
  117. La canga (c/ Héber de Bôscoli)
  118. Lágrimas ocultas (c/ A Miniutti)
  119. Linda morena
  120. Lola
  121. Loura (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  122. Luar cor de prata
  123. Mais uma valsa… mais uma saudade (c/ José Maria de Abreu)
  124. Maranhão, terra poética (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  125. Marcha do América
  126. Marcha do Bangu
  127. Marcha do Bonsucesso
  128. Marcha do Botafogo
  129. Marcha do Canto do Rio
  130. Marcha do Flamengo
  131. Marcha do Fluminense (c/ Lírio Panicali)
  132. Marcha do Madureira
  133. Marcha do Olaria
  134. Marcha do São Cristóvão
  135. Marcha do scratch brasileiro
  136. Marcha do Vasco
  137. Marcha pro Oriente (c/ Ataulfo Alves)
  138. Marchinha do amor
  139. Marchinha do Grande Galo (c/ Paulo Barbosa)
  140. Marchinha nupcial
  141. Maria dos Anjos
  142. Mariana (c/ Bonfíglio de Oliveira)
  143. Menina das lojas
  144. Menina dos meus olhos (c/ Noel Rosa)
  145. Menina oxygenée (c/ Hervé Cordovil)
  146. Meu carnaval do passado
  147. Meu Ceará (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  148. Meu sabiá (c/ Bonfíglio de Oliveira)
  149. Meu sonho (com Augusto Vasseur)
  150. Mineirinha (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  151. Minha cabrocha
  152. Minha companhia é a colombina (c/ Moacir Araújo)
  153. Minha palmeira triste (c/ Ary Barroso)
  154. Miss brasil (c/ Henrique Vogeler e J.M. Pereira)
  155. Miss Brasil (c/Augusto Vasseur)
  156. Miss Brasil (c/ Aristeu Mota)
  157. Mistérios (c/Augusto Vasseur)
  158. Moleque indigesto
  159. Moreninha do sweepstake (c/ Hervé Cordovil)
  160. Mulher boa (c/ L.N. Sampaio)
  161. Mulher sublime (c/ Donga)
  162. Mulher, veneno divino (c/ Augusto Vasseur)
  163. Na terra do bom tempero (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  164. Na virada da montanha (c/ Ary Barroso)
  165. Nada além
  166. Não sei se te amo ainda (c/ Pedro Cabral)
  167. Não te quero mais (c/Juan Bauer)
  168. Nega (c/ Noel Rosa)
  169. No rancho fundo (c/ Ary Barroso)
  170. Noite de amor (c/ J. Ramen)
  171. Noites de amor (c/ F. Franco)
  172. Noites de gala (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  173. Noites de junho
  174. Noivando (c/ Pedro Cabral)
  175. Nós dois (c/ Lírio Panicali)
  176. Nunca, jamais
  177. O barbado foi-se
  178. O campeão de xadrez (c/ J.Machado)
  179. O canteiro da saudade (c/ Homero Dornelas)
  180. O ciúme é que te mata (c/ Osvaldo C. de Meneses)
  181. O meu penar (c/ Pedro Cabral)
  182. O rapaz da minha rua (c/ Roberto Martins)
  183. O sol nasceu para todos
  184. O toque de Assuero (c/ L.N.Sampaio)
  185. O V da vitória
  186. Oh! as mulheres (c/ Lírio Panicali)
  187. Oh! linda praia de amor (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  188. Oh! Nina (c/ Ary Barroso)
  189. Olga (c/ E.Donato e F. Bastardi)
  190. Olha a cara dela (c/ Josué de Barros)
  191. Olhar de Maria (c/ Viúva Guerreiro)
  192. Onde você está morando? (c/ A. Dermeval)
  193. Ontem à tarde
  194. Os calças-largas (c/ Francisco G. de Oliveira)
  195. Os moços de hoje (c/ J. Machado)
  196. Os rouxinóis
  197. Ouro à beça
  198. Paisagem de minha terra
  199. Paisagens (c/ Lírio Panicali)
  200. Paisagens de São Lourenço
  201. Palmeira triste (c/ Ary Barroso)
  202. Papá Noel (c/ Augusto Vasseur)
  203. Papai não deixa
  204. Para ti (c/ Augusto Vasseur)
  205. Paraíba (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  206. Parei contigo
  207. Passarinho… passarinho
  208. Pensão do Catete (c/ Milton Amaral)
  209. Perdão, amor
  210. Perfil de gaúcha (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  211. Pistolões
  212. Plumas (c/ A. Mota)
  213. Praga fotográfica
  214. Praia dos namorados (c/ Carolina Cardoso de Meneses)
  215. Qual delas? (c/ Carlos de La Riestra)
  216. Quando me beijas (c/ Pedro Cabral)
  217. Quando o Jaú chegar (c/ J.L.Moraes)
  218. Que pequena levada (c/ Freitinhas)
  219. Raios de um olhar
  220. Rapsódia em rés maiores
  221. Rapsódia lamartinesa nº 2
  222. Rasguei a minha fantasia
  223. Recordações (c/ A. Mota)
  224. Ressurreição dos velhos carnavais
  225. Ride palhaço
  226. Rio (c/ Hervé Cordovil)
  227. Risos (c/ Augusto Vasseur)
  228. Roda de fogo (c/ Alcyr Pires Vermelho)
  229. Rosinha
  230. Saias curtas (c/ Lírio Panicali)
  231. Santo Antônio (c/ B. Quadros)
  232. São Paulo (c/ Freitinhas)
  233. Seja lá o que Deus quiser
  234. Sempre
  235. Senhorita Carnaval
  236. Sergipe, apelido do amor (c/ Henrique Vogeler)
  237. Serra da Boa Esperança
  238. Seu Abóbora (c/ Hervé Cordovil)
  239. Seu Goiás (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  240. Seu Voronoff (c/ João Rossi)
  241. Só dando com uma pedra nela
  242. Só nós dois no salão e esta valsa
  243. Sonhando (c/ J.Siqueira)
  244. Sonhei com Noel (c/ Marques Júnior e Roberto Roberti)
  245. Sonhei contigo (c/ G. Viotti)
  246. Sonho brasileiro (c/ Bonfíglio de Oliveira)
  247. Sonho egípcio (c/ Augusto Vasseur)
  248. Sonhos de Natal (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  249. Sonhos de Rinetti (c/ Jonas Aragão)
  250. Suspiros (c/ Pedro Cabral)
  251. Tamanho não é documento (c/ Enéias)
  252. Também quero, Charleston (c/ Pedro Cabral)
  253. Tarde na serra
  254. Tem gente olhando (c/ Tuiú)
  255. Terra fluminense (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  256. Teu cabelo não nega (c/ Irmãos Valença)
  257. Teus olhos castanhos (c/ Bonfíglio de Oliveira)
  258. Toada alagoana (c/ Henrique Vogeler e J. M.Pereira)
  259. Três de abril
  260. Trinca de ases (c/ S.G.Pessoa)
  261. Tristeza havaiana (c/ Fiurinha)
  262. Uma andorinha não faz verão (c/ João de Barro)
  263. Uma família radiante
  264. Uma tarde em New York
  265. Uma valsa azul (c/ José Maria de Abreu)
  266. União de almas (c/ Osvaldo C.de Meneses)
  267. Vaca amarela (c/ Carlos Neto)
  268. Valsa da formatura (c/ José Maria de Abreu)
  269. Valsa do amor (c/ Amaral Júnior)
  270. Valsa do calendário (c/ Roberto Martins)
  271. Verbo amar
  272. Você quer é carinho (c/ F.de Almeida Rodrigues)
  273. Volta, samba (c/ Roberto Martins)
  274. Voltei a cantar
  275. Vou pro Piauí (c/ Henrique Vogeler e J.M.Pereira)
  276. Zeca Ivo
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: