Habilitações literárias

Portugueses têm menos habilitações literárias

Publicado em 2009-12-16

Portugal é dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) com “maiores carências” de educação na população activa mas os estudantes de hoje podem vir a mudar essa realidade, aponta um estudo do Conselho Nacional de Educação.

O estudo analisa dados do Programa de Avaliação Internacional de Estudantes, patrocinado pela OCDE. No que toca às habilitações literárias das pessoas entre 25 e 64 anos, em 2005, o nono ano era o máximo a que tinham chegado três quartos das pessoas, o que coloca Portugal no grupo dos “países mais atrasados”, como México, Brasil ou Turquia.

Comparando com outros países europeus, Portugal fica muito atrás: na Dinamarca, por exemplo, apenas 1% da população activa tinha em 2005 habilitações abaixo do sexto ano (em Portugal, o número atinge 59 %), enquanto 50% concluiu o ensino secundário (em Portugal, não passa dos 13 %).

“As habilitações portuguesas a nível dos seus parceiros da OCDE, só são comparáveis com países que se situam fora da Europa”, refere o relatório, acrescentando que entre 1960 e 2005, é “pelo menos decepcionante” o ritmo a que aumentou a taxa de escolarização da população.

Mas há esperança: os “resultados nos testes escolares a Ciências, Matemática e Leitura dos filhos da mão-de-obra activa portuguesa” caminham mais depressa do que a média da OCDE”.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: