Ex-capitão acusado da morte de irmãos em Iguatu será julgado nesta terça

Ex-capitão acusado da morte de irmãos em Iguatu será julgado nesta terça

O julgamento do ex-capitão da Polícia Militar, Daniel Bezerra, acusado pela morte de dois irmãos, em Iguatu, Região Centro-Sul do Estado, será iniciado às 9h, desta terça-feira (29), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. Os estudantes de medicina, Marcelo Moreno Teixeira, de 26 anos, e Leonardo Moreno Teixeira, de 24, foram mortos a tiros em uma churrascaria.

O crime aconteceu em março de 2007 e causou grande comoção em todo o Estado. Daniel Bezerra será julgado por homicídios qualificados por motivo fútil.

Leia mais:
Justiça determina que ex-PM seja julgado por assassinatos em Iguatu

Expulso da corporação, ex-PM acusado de matar irmãos continua preso no Bpchoque

Julgamento de ex-PM acusado de matar irmãos em Iguatu é transferido para Fortaleza

Veja o vídeo da  simulação do homicídio

Em entrevista ao Portal Jangadeiro Online, o pai das vítimas, o médico e ex-prefeito de Mombaça, Nelson Benevides, disse que a família “espera uma resposta do judiciário da mesma magnitude da decisão tomada pelo Governo do Estado”, quando expulsou o ex-capitão da corporação da Polícia Militar.

Transferência do julgamento

Nelson também reclamou da demora do julgamento e da transferência da cidade de Iguatu para Fortaleza. Na ocasião, a Justiça alegou que o júri poderia ser influenciado pela população para apontar o veredicto. Ele ressaltou que “seja em Iguatu ou em Fortaleza, é impossível não haver comoção, visto que o crime teve requintes de muita crueldade”.

Nelson Benevides pede justiça para outros casos (Foto: Marlos Araújo)

O médico também espera a condenação de Daniel Bezerra como um exemplo para outros crimes da mesma natureza. “Queremos justiça não apenas para o caso dos nossos filhos, mas para o de outros que sofreram a mesma violência, como o menino Bruce Cristian”, ressaltou.

Senhas

De acordo com o Tribunal de Justiça, 300 senhas foram distribuídas para os interessados em assistir à audiência. Muitos estudantes de direito solicitaram o ingresso, por conta da importância do julgamento e a repercussão do crime na mídia.

A família reclama a falta de vagas na sessão, visto que outros familiares das vítimas e alguns moradores das cidades do Centro-Sul estarão em Fortaleza para acompanhar o julgamento, mas não poderão entrar no tribunal.

Julgamento

O julgamento do ex-capitão Daniel Bezerra será presidido pela juíza Daniele Arruda Coelho e terá como promotor Francisco Marques Lima, tendo como assistente o advogado Paulo Quezado. Já a defesa do réu será feita pelo advogado Delano Cruz.

A sessão está marcada para às 9h e não há previsão para o encerramento.

Redação Jangadeiro Online

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: